O pecado tira nossas vestes, mas Deus não deixa que nossa vergonha apareça

É comum fazermos votos a Deus e não cumpri-los, ou atrasar o seu cumprimento com desculpas, perdendo assim a bênção. Muitas vezes, perdemos o melhor de Deus para nós porque ainda não desistimos das coisas próprias de criança. Quando tomamos a decisão de não mais viver uma vida infantilizada, Deus começa a trocar as nossas vestes.

Cada vez que vamos à igreja ou a uma célula e temos contato com a presença de Deus e com Seus filhos, Ele troca as nossas túnicas. Mas, infelizmente, muitas vezes não crescemos, porque nos escondemos. Deus quer que nós tenhamos o melhor dessa terra e as “vestes” representam a cobertura da nossa nudez. Quando o homem e a mulher pecaram, eles se esconderam de Deus. E quando Ele os procurou, eles haviam se escondido, com medo. Adão, na verdade, não teve medo, mas vergonha, porque estava nu e havia desobedecido. Ele quebrara seu compromisso com Deus.

Quando pecamos e somos infiéis com as pessoas com quem fizemos alianças, ficamos muito envergonhados porque o pecado tira nossas vestes. Mas Deus não deixa que nossas vergonhas apareçam. Ele não nos expõe, mas nos aceita do jeito que somos, porque o amor de Deus é que nos cobre.

Bispa Lúcia vai às ruas trabalhar em prol da candidatura do pastor Rodrigo Delmasso

O Brasil está prestes a vivenciar um dos maiores momentos da democracia no país, as Eleições 2014. E para fazer jus a um país melhor e com pessoas competentes representando o povo, a Bispa Lúcia Rodovalho, juntamente com os bispos Lucas e Priscila Cunha e um pelotão de membros da Sara Nossa Terra, saiu às ruas de Brasília panfletando e pedindo votos para o candidato e pastor da Sara, Rodrigo Delmasso, que concorre a uma vaga à Deputado Distrital.

O ato aconteceu na rodoviária do Distrito Federal, localizada no centro de Brasília. Por lá passam diariamente milhares de pessoas que, mesmo em meio a correria, pararam para receber as informações. “Vem para a rua nos ajudar nesse projeto que não é do homem, mas da nossa igreja. Não queremos deixar para os nossos filhos um legado de falta de esperança. Um legado em que as crianças estejam sendo educadas sexualmente. Nós acreditamos que tudo tem sua hora e nós precisamos mudar isso. Agora para combater não basta apenas orar, precisamos de alguém lá dentro que tenha a nossa voz, que seja a voz da igreja. Contamos com você”, convida a Bispa.

Faça parte você também desse time de guerreiros que fará a diferença no Congresso Nacional. Faça a sua voz ser ouvida e contribua para a diferença no país.

Confira como foi esse momento: