4 segredos importantes para ter um bom relacionamento

Deus não criou o homem para viver só! Deus nos fez semelhante o bastante para amarmos uns aos outros, mas diferentes o suficiente para termos necessidade de unir nossas forças e diferenças para nos aperfeiçoar. Por isso, para que casamentos ou famílias, ou qualquer outro relacionamento alcance todo o seu potencial, é preciso que maridos e esposas, mães e pais, homens e mulheres trabalhem juntos com o mesmo propósito, respeitando e acreditando na força um do outro, ou seja, relacionando-se.

Mas existem alguns segredos importantes para termos bons relacionamentos e quero dividi-los com você:

  • Se interessar pelas pessoas : Parte do sucesso de Paulo pode ser creditada à forma com que ele se interessava pela vida de seus discípulos. Isso o levava a ter êxito em seus relacionamentos. Construir relacionamentos passa por incentivar as pessoas a falar sobre elas mesmas e aprender a ouvi-las. Faça com que os outros sintam-se importantes. Lembre-se de que o nome de uma pessoa é, para ela, o som mais doce e importante que existe.
  • Valorizar as pessoas: Valorizar as pessoas é o caminho para o crescimento. As pessoas deixam de aprender quando não valorizam os outros. Não importa seu nível social e econômico, sempre haverá algo a aprender. Ainda tomando como exemplo o apóstolo Paulo ele disse a Filemon que a sua fé e amor por Jesus faziam com que as pessoas fossem reanimadas e, por isso, ele se orgulhava dele, chamava-o de “cooperador”.
  • Todo relacionamento precisa ser cultivado: Na carta ao romanos, Paulo cultiva o seu relacionamento com aquela igreja. Ele diz que deseja estar com eles para ter comunhão e para dar-lhes crescimento espiritual. Não se pode negligenciar um relacionamento e depois esperar que ele cresça por si só: é preciso alimentá-lo. Manter as pessoas ligadas a nós requer um sacrifício pessoal. Todo relacionamento precisa ser regado com comunicação, compromisso, companheirismo e lembranças.
  • Ninguém alcança o sucesso sozinho: Quando você estabelece uma parceria com outra pessoas, sua recompensa é a esperança e o milagre. A sua conexão com elas vai render muitos frutos, pois o andar em unidade traz esperança. Essa, por sua vez, lhe dará forças para alcançar o alvo e cumprir o seu propósito.

Vá em busca do que foi perdido dentro do seu lar

500x316-images-stories-pais-filhos2Família é resultado do seu crescimento e daquilo que você conseguiu alcançar como pessoa. Por diversas vezes, pessoas vieram e me falaram que não aguentavam mais seus filhos, mas a verdade é que aqueles filhos eram reflexos delas. A criança é o resultado do ambiente em que vive. Filhos agressivos são resultados do que eles veem em casa. Casos como esses são “lixos” que varremos para debaixo do tapete; não queremos falar sobre isso, apenas arrumar alguém que resolva o problema de nossos filhos.

 A igreja, muitas vezes, tem se tornado esse lugar, onde o pastor ou o líder inicia um processo de mudança na vida dos filhos, mudança essa que tem de ter a participação efetiva dos pais, que não podem abrir mão dessa responsabilidade de mentoria que é só deles.

 Quando você perder algum valor em sua casa, não fique achando que isso é normal e que acontece com todas as famílias. Isso nunca vai ser normal. Não aceite, não cruze os braços,  – vá em busca do que foi perdido dentro do seu lar. Você vai passar por problemas, mas não deixe que esses problemas simplesmente aconteçam. Tudo que foi perdido pode e deve ser encontrado.

 Sempre é bom quando nós mesmos temos tempo de fazer uma boa faxina em nossa casa. A gente varre os cantinhos e encontra os brincos que tinham desaparecido. Quando você começa a fazer uma busca mais apurada, começa a achar coisas que nem esperava mais encontrar. As pessoas, às vezes, não querem mexer e ir atrás porque têm medo do que vão encontrar. Não podemos ter medo dessas coisas, porque o que vamos encontrar sempre será menor do que o que pode se tornar se não cuidarmos. Quando você encontra, ganha a possibilidade de resgatar.

 Esse princípio vale para seu casamento também. Procure atentamente o que foi perdido em seu relacionamento. Tudo no casamento vai mudando com o tempo, mas essa mudança tem de ser para melhor. Se o casamento não está melhor do que quando você se casou, precisa, junto com seu cônjuge, procurar a dracma que perderam. Se o cônjuge não tem ou não sente liberdade para se abrir com você, é sinal que alguma coisa foi perdida e você precisa achar e resgatar.

 Aquilo que você é em família é aquilo que você será lá fora. O sucesso que você alcançou e, principalmente, que a sua família de origem alcançou, é o que lhe espera na vida. Tenho visto vários exemplos de homens que alcançaram grande sucesso devido à estabilidade da sua família de origem, mas seus filhos não vão alcançar esse mesmo sucesso porque alguns valores foram perdidos.