Por que poucos alcançam seus sonhos, concretizam seus planos?

Todos nós queremos o melhor para as nossas vidas. Então, por que poucos alcançam seus sonhos, concretizam seus planos? Por que temos tantas pessoas insatisfeitas, infelizes dentro das igrejas? Por que, de todos aqueles que se propõem a realizar algo em sua vida, somente alguns realizam? A resposta para essas questões é a mesma: as escolhas erradas que fazemos no decorrer da vida. O livre-arbítrio, depois da própria existência, é o maior presente que Deus nos deu. Ele pode definir nosso destino.

Um mal que assola o nosso século chama-se estresse. Estresse é um termo usado para se referir à tensão extrema dos sistemas do nosso corpo, como resultado da incapacidade de reagir adequadamente às pressões externas; é uma tensão física e psicológica fora do habitual que provoca um estado de ansiedade no organismo.

Como vivemos em um mundo acelerado, cheio de emoções e circunstâncias estressantes, precisamos aprender a controlar a maneira como o estresse nos afeta. Quando rompemos o ciclo dos pensamentos nocivos, tóxicos, podemos romper o hábito de absorver o estresse. Por isso, fazer a escolha de confrontar as amarguras acumuladas, a ira, o ódio, a culpa reprimida ou qualquer tipo de pensamento e sentimento tóxico, vai prevenir que o estresse permaneça arraigado em nossos sistemas.

Deixando as coisas velhas e buscando as coisas novas

COISAS-NOVASO sacrifício feito por Jesus tem um valor memorial e também um valor real em nossas vidas. Ao lembrar da paixão de Cristo vamos deixar nossas paixões morreram, para que algo novo possa ressurgir em em nossas vidas.

Deus não tem comunhão com o pecado. Quando pecamos, nos sentimos péssimos e distantes D’Ele porque afastamos o Espírito Santo. O pecado nos separa da comunhão com Deus.

Talvez tenhamos acumulado muitas coisas não tratadas em nossos corações. Deus quer nos levar uma nova posição, um novo lugar de vida. Todavia, para alcançarmos essas mudanças em nossas vidas temos que começar a fazer coisas diferentes.

O que é velho em nossas vidas deve morrer para dar lugar ao novo. Devemos nos despojar das mágoas acumuladas, pois nossas atitudes resultam de nossos sentimentos, que por sua vez são decorrentes de nossos pensamentos. O pensamento influencia o sentimento, que reflete no comportamento. A Palavra de Deus lava e renova nossa mente.

A mágoa é um dos sentimentos mais poderosos que o ser humano pode ter e ela pode ser tão poderosa quanto o amor. Milagres acontecem através do amor de Deus. O amor transforma e cura o homem. Entregar nossas mágoas, que nos aprisionam ao passado, vai abrir espaço para termos novos pensamentos e relacionamentos prósperos, adequados e supridores.

Deus vai mudar os nossos pensamentos e vamos começar a pensar a vida de forma diferente. Deus não nos chamou para sermos mensageiros de más notícias , mas agora sermos mensageiros das boas novas: novos pensamentos, novas emoções e atitudes renovadas.