Na igreja ainda somos humanos, a diferença é que lá buscamos a santidade e perfeição

No artigo anterior eu falei sobre a importância que cada um tem para a constituição e edificação de uma família, tomando como ponto de partida a sua posição de querer mudar a realidade que a sua família se encontra. E hoje venho lhe dizer que a vontade de Deus é que vivamos numa família, que tenhamos relacionamentos uns com os outros e que permaneçamos firmes na Igreja.

O Senhor deseja que estejamos ligados ao Seu Corpo, porque quando você passa a viver dentro dessa família da fé, você é liberto da antiga maneira de viver, aprendendo o modo correto de se relacionar com os irmãos e familiares.

A Palavra de Deus e a comunhão com outros cristãos é a forma pela qual vamos aprender realmente a viver como uma família. Os cristãos vivem, no dia a dia, o amor de Cristo. Na igreja, você será resultado, seus padrões e valores passarão a serem dirigidos pela Bíblia e, por meio do seu testemunho, muitas pessoas também serão alcançadas pelo poder de Deus.

Então, não se afaste da Igreja. Mesmo que às vezes você se sinta desanimado por ter dificuldades de convívio, por enfrentar desafios ou até mesmo por perceber que na Igreja também encontramos problemas, assim mesmo, lá é o melhor lugar para se estar. Lembre-se que na igreja ainda somos todos humanos, pecadores, falhos, a diferença é que lá estamos buscando a santidade e a perfeição.

Quebrando mitos: A prática sexual me leva a perfeição?

Há algum tempo atrás falei sobre sexo antes do casamento e enfatizei as marcas que o sexo ilícito é capaz de deixar na vida das pessoas e como isso pode influenciar posteriormente em um casamento. Nesse terceiro vídeo do assunto, quero quebrar um mito que acompanha muitos dos nossos jovens e que por diversas vezes os leva a iniciar a vida sexual antes do casamento, por medo de ao chegar ao seu esposo, à sua esposa parecer alguém inexperiente, com a ideia de que a prática sexual me leva a perfeição. E na verdade, sexo não tem nada a ver com isso.

Assista ao vídeo com a nossa meditação sobre sexualidade e a modernidade do mundo atual.