Receita para alcançar a verdadeira juventude

Eis a receita bíblica para o verdadeira elixir da juventude: que o interior embeleza o seu exterior. Nem os melhores e mais caros produtos cosméticos podem embelezar o exterior de quem tem seu interior envenenado por mágoas, feridas e tristezas.

Geralmente, existem cinco estágios pelos quais passamos quando somos feridos:

  • Choque inicial: Eu não acredito que isto está acontecendo comigo! No entanto, ninguém pode nos ferir sem nosso consentimento e permissão. Quanto mais controle Jesus tiver de nossa vida, menos possibilidade as pessoas têm de nos ferir.
  • Negação: Isso não está acontecendo comigo! Inconscientemente, negamos que isso esteja acontecendo conosco e consideramos a situação irreal.
  • Justificação: Por que fizeram isso comigo? Tentamos arrumar desculpas e explicações para a situação. O “codependente” busca entender por que determinada pessoa agiu daquela forma com ele? Mas a pessoa que nos feriu não é a mais adequada para responder a essa pergunta. Devemos ir, diretamente, a Deus em oração para compreender o que devemos aprender com aquela situação. Nem sempre a resposta vem rapidamente, mas precisamos confiar na Palavra que diz que nem um fio de cabelo cai de  nossa cabeça sem o consentimento de Deus. Tudo tem um propósito em nossa vida.
  • Culpar alguém: Gostamos de achar um culpado para toda a situação. Esse é o momento de ancorar nossa fé em Jesus e procurar ajuda de pessoas de confiança para não cair na cilada da vingança e revanche – Quero saber quem começou ou provocou isso! Não vou descansar enquanto não “acertar as contas” com ele! Ele vai pagar por isso!
  • Ignorar o acontecimento: É fingir que nada aconteceu. Infelizmente, isso não resolve a situação e faz crescer a mágoa. É preciso admitir a dor e enfrentar a tristeza e o ressentimento provocados pela mágoa. Já houve caso de um atleta que gozava de perfeita saúde e que morreu de ataque cardíaco, tal foi sua tristeza e decepção ao descobrir o adultério de seu cônjuge. Sim, tristezas e decepções acumuladas podem destruir a vida de alguém. Quanto mais íntimas forem as pessoas que nos causam feridas, mais magoados nos sentiremos. Por isso, precisamos aprender a colocar nossa dor diante de Deus e pessoas amigas para iniciar o processo da cura interior.

Jesus ensinou aos seus discípulos que a chave para lidar com a mágoa é o perdão. Não ignore suas feridas e dores. A forma mais saudável de ser curado é trazê-las à luz diante de Deus e de testemunhas idôneas para que suas trevas interiores sejam derrotadas por meio do poder da comunhão e do amor divino. Há poder na sua decisão de perdoar para liberar sua vida e a do outro e para fluir na graça do Senhor e experimentar a vida abundante de Cristo Jesus. Não existe mágoa que não possa ser curada pelo grande amor do Senhor. É muito sério reter perdão, pois você está retendo o remédio de sua própria cura. Conservar amargura e ressentimento é não semear o perdão do qual teremos necessidade algum dia.

Sigamos o exemplo de Jesus que não merecia o sofrimento da cruz, mas que enfrentou sua dor para nos redimir e, voluntariamente, morreu para nos dar vida. Jesus nos deixou uma grande lição: que o verdadeiro amor não guarda rancor, tudo sofre e padece sem esperar nada em troca. O verdadeiro amor é perdoador. Somente em Deus podemos experimentar esse amor para conseguir amar como Jesus amou.

Quando errar, admita!

Acho que um dos erros mais difíceis de reconhecer é quando erramos com o cônjuge e com os filhos, pelo menos comigo é assim, principalmente com filhos, porque temos medo de que se assumirmos nossos erros diante dos filhos eles vão deixar de nos admirar.

Temos o temor de que nossos filhos deixem de nos amar, mas, uma hora eles começam a conhecer nossas fragilidades e se você tiver medo de mostrar essas fragilidades, você vai se afastar deles cada dia mais e vai criando aquela imagem de perfeição, achando que eles não vão conhecer seus erros. Mas,conforme seus filhos vão crescendo, eles não vão conseguir conviver com você, e sabe por que? Porque você vai ser muito perfeito para eles e eles se sentirão muito imperfeitos e falhos para serem seus filhos.

Quer ter seus filhos perto de você, pai? Seja quem você é! Quando você errar admita que errou. Muitas vezes nossas respostas são apenas reações. Nós precisamos que Deus nos ajude através do Seu Espírito a mudar isso. Você precisa ser responsável por aquilo que fala. Entenda que aquilo que você fala para seu filho tem muito poder, aquilo que fala para sua esposa, para seu esposo tem muito poder, porque tudo que fazemos na vida é pela família, pelas pessoas próximas e importantes.

Isso já foi pesquisado por grandes universidades. O que estimula o homem a conquistar são seus pares, por causa daqueles que estão perto dele, porque ele quer aprovação, quer respeito e consideração daquelas pessoas. Então, o que você fala para quem está perto de você é muito importante, tem muito peso. Por isso, seja responsável pelos seus erros e faça a escolha de pedir perdão, de reconhecer suas falhas.