Deus quer ser a sua esperança

filme-600x347Vamos viver uma vida em ordem, ou seja, com identidade espiritual, com responsabilidade e com propósito. Foi isso que Rute fez. Sabe o que aconteceu com ela? Tornou-se bisavó do rei Davi. Um milagre! Das trevas, Deus tira a luz. De uma moabita, que não conhecia a Deus, e foi criada numa família que adorava muitos deuses, Deus tira uma mulher porque ela ousou crer na Palavra de Deus. Ela ousou ter uma identidade espiritual.

Obedecer a Deus, porém, nunca é fácil e sempre exige sacrifício. Você está disposto a abrir mão do seu passado, assim como Rute? Talvez, se Rute voltasse para os seus pais, não precisasse mendigar. Todavia ela decidiu: “Eu não quero voltar a viver como eu vivia, como um caranguejo, que anda para frente e para trás”. Seja um homem ou uma mulher que anda sempre para frente, como Rute fez. Os problemas virão, pois são inevitáveis, mas o Deus que lhe chamou, lhe deu identidade espiritual e colocou dentro de você um senso de propósito. E esse Deus nunca erra.

Eu lembro de situações em minha vida onde eu pensava: meu Deus, as possibilidades humanas acabaram. Eu ficava torcendo para ver como é que o Senhor ia se manifestar naquela situação. Quando ficamos nas mãos de Deus, o nosso problema não é mais nosso. Eu vivo assim. Por exemplo, precisamos terminar a construção do prédio da Igreja. Tenho certeza que o Senhor não quer um lugar inacabado. Esse problema não é meu, mas do Senhor. Então, Ele vai gerar os recursos e fazer alguma coisa. Eu sei que não preciso ficar sem dormir.

Você tem uma identidade espiritual? Você tem a convicção de que é filho de Deus, de que você nasceu de novo? Você tem assumido responsabilidade por suas atitudes? Você sabe qual é o propósito da sua vida? Defina isso para que os milagres comecem a acontecer. Declare como Rute: “Não importa aonde você vai, Noemi, não importa aonde o Espírito Santo queira me levar, não importa o que eu tenha que passar, eu quero obedecer!” Você pode falar isso para Deus? “Eu quero lhe obedecer, Senhor, aconteça o que acontecer, custe o que custar”.

Eu fico imaginando a experiência de Abraão, depois de quase quarenta anos esperando por um filho e, quando o filho veio, Deus o pede de volta. Deus estava perguntando: “Abraão, esse filho é mais precioso do que eu? Eu quero ser a sua única esperança”. Quantas vezes nós colocamos nossa segurança nas pessoas, nas coisas, nas situações, nas circunstâncias. Deus está lhe dizendo: “Eu quero ser a sua segurança, eu quero fazer com você o mesmo que fiz com Rute. Eu fiz Rute andar por um caminho desconhecido, um caminho difícil, de viuvez, ser estrangeira em terras distantes, mas Eu a honrei”. Rute é lembrada hoje como bisavó de Davi. Ela está na genealogia de Jesus. Já pensou se Rute tivesse dito não? Se o diabo a tivesse convencido, assim como tantas vezes ele quer nos convencer, que não compensa dar nossas vidas pelas pessoas, pois elas irão nos trair? Vale a pena confiar no Senhor!