O que podemos aprender com o exemplo de Daniel?

A vida de Daniel é um exemplo de como podemos ser consagrados a Deus, independente das situações ou circunstâncias que nos cercam. Ele decidiu desde o início que sua vida iria honrar a Deus e seguir Seus princípios. O que aprendemos com Daniel?

a) Que é possível manter a fidelidade num ambiente contrário aos princípios cristãos. Ele andou entre feiticeiros, políticos invejosos e corruptos, porém não se deixou levar, nem pelo poder e nem pelo dinheiro.

b) Que uma pessoa não precisa quebrar os padrões bíblicos para se realizar. Ele não seguiu os ensinamentos que iam contra Deus; porém, não “bateu de frente”, mas usou de sabedoria para lidar com as diversas situações, e conquistou o coração dos seus perseguidores.

Deus precisa de pessoas sérias, comprometidas com Ele, consagradas, que influenciem a sua geração. Daniel serviu a vários reis, durante muitos anos, e construiu uma reputação que se perpetuou. Não negociou nenhum princípio da sua vida com Deus, manteve-se firme mesmo na iminência da morte. Ele viveu debaixo da soberania de Deus, sabendo que somente o Senhor poderia lhe dar uma vida completa e realizada.

Dessa forma, a escolha de viver uma vida consagrada a Deus independe da área que você atua, da posição que você ocupa, do lugar que você mora. O caminho para ter uma vida longa, cheia de emoções e de vitórias assemelha-se ao exemplo de Daniel. Faça a sua escolha hoje!

Os seus planos devem estar alinhados aos de Deus, assim você estará cumprindo o seu propósito

Podemos planejar o que quisermos na vida, mas se estes projetos não estiverem de acordo com o propósito da nossa criação, serão vãos e inúteis. Se não estiverem de acordo com o propósito pelo qual Deus nos criou, não terão valor algum e viveremos uma vida incompleta e insatisfeita. Desta forma, podemos entender porque as pessoas, mesmo em altas posições sociais ou com uma boa situação financeira estão insatisfeitas, incompletas. Pois, na realidade, elas não estão vivendo aquilo que acreditam, não estão cumprindo o propósito, o objetivo maior para suas vidas.

Nós só temos uma existência, uma vida, um corpo e, assim, devemos fazer com que valham a pena. Eu não quero que a minha existência seja simplesmente vivida. Eu quero deixar marcas. Se a minha vida deixar marcas, significa que eu vivi com propósito. Não importa a marca que você deixa, se é grande ou pequena. O que importa é se ela cumpre o propósito pelo qual Deus lhe criou. Se quisermos ser pessoas plenas, precisamos descobrir a nossa finalidade, o nosso objetivo neste mundo.

Foi feita a seguinte pergunta em um estudo sociológico com um grupo de cinquenta pessoas com idade superior a 85 anos: “Se você pudesse viver sua vida novamente, o que faria diferente?”

Tratava-se de uma pergunta aberta, em que o grupo pesquisado poderia responder livremente. Dentre as resposta, três delas apareceram de forma recorrente.

As respostas foram:

– Se eu pudesse viver novamente, refletiria mais.

– Se eu pudesse viver novamente, arriscaria mais.

– Se eu pudesse viver novamente, faria mais coisas que perdurariam depois de minha morte.

Propósito é uma proposta que Deus nos faz de vivermos com a finalidade de realizar e cumprir todo o potencial que Ele nos deu, de usá-lo ao máximo.

Como você tem usado a sua vida? Como tem usado o seu tempo, as suas horas do dia? Você tem cumprido a finalidade para a qual foi criado? Você tem aceitado a proposta de Deus? O que é que guia a sua vida? Quais são suas prioridades?

Reflita sobre isso!