Todo milagre é uma intervenção de Deus

José teve o sonho enquanto ele era jovem, na casa do seu pai. Um sonho daquilo que viria a acontecer depois de muito tempo. E esse sonho manteve José fiel ao seu Deus. Quando José estava no Egito, como escravo, servo de Potifar, no momento certo, o sonho dele ressurge, Deus traz de volta, Deus faz acontecer. Ressurreição é receber aquilo que estava morto de volta.

Talvez você tenha perdido discípulos, talvez você tenha perdido situações na sua vida, sonhos que você tinha. É tempo de Deus ressuscitá-los. José tinha todos os motivos para se entregar. Estava em uma terra estranha, e havia perdido o amor de seus pais e a confiança em seus irmãos. Mesmo nos piores dias de sua vida, ele resistiu até ver a promessa do Senhor se cumprir em sua vida.

Deus quer fazer com você como fez com Daniel. Um homem que se assenta entre os príncipes. Uma mulher que se assenta entre príncipes. Isso não significa que você vai entrar para a política. Mas, que Deus vai te levar para lugares aonde você não imagina e te colocar em situações que você nem sequer sonhou. Porque aquele que é excelente é lembrado. Daniel foi lembrado porque ele era excelente. José foi lembrado enquanto estava na cadeia porque ele era excelente, ele podia interpretar os sonhos, mas ele mesmo diz: não vem de mim a interpretação, vem de Deus. Mesma coisa de Daniel, eles dependiam totalmente de Deus.

Todo milagre é uma intervenção de Deus. E mesmo que você ainda não tenha se dado conta disso, a nossa vida é um milagre diário. Você estar vivo hoje é um milagre. São 50 trilhões de células no seu corpo. Se você for parar para pensar o que tem que funcionar certo para você levantar da cama, você fica doido e é bom que nem saiba! Seu sistema digestivo, seu sistema circulatório, tantas coisas precisam estar em harmonia para que você esteja aqui. Isso é dom de Deus, é vida e intervenção de Deus.

Por que a autossuficiência o impede de crescer?

Ninguém prevalece por acaso. Ao contrário do que muitos pensam, não é a sorte que faz um improvável alcançar o sucesso ou uma posição estratégica, mas o entendimento que ele tem sobre suas forças e fraquezas e a completa dependência de Deus. O ser humano não prevalece pela força e nem por sua inteligência, mas sim pela misericórdia do Senhor.

Pessoas dependentes são pessoas que aprendem a trabalhar em equipe e que sabem o valor dessa equipe. Elas têm consciência que sozinhas não podem chegar muito longe, mas que ao trabalhem juntos, o impossível se torna possível.

Se a igreja do Senhor se unir, começar a trabalhar junta, parar de se dividir e concentrar forças, ela pode mudar o Brasil. Se houver unidade, com líderes e igrejas trabalhando juntos, como uma equipe só, tendo o mesmo desejo e a mesma intenção, a nossa geração pode transformar o mundo. Pois é assim que Deus faz.

Quando você se sente autossuficiente e independente de Deus, você tende a usar sua força natural para resolver seus problemas, e é aí que surgem os “Ismaeis”. Ismael foi a tentativa de Sara a Abraão de resolverem as coisas à sua maneira.

Ismael não era a promessa de Deus, mas Sara na sua angustia, no seu desejo de ver a palavra de Deus se cumprir, de ver o seu sonho se realizar dá um passo em falso que gerou tantos problemas. Deus quer o melhor para você. Ele tem algo melhor do que Sua vontade permissiva para você, Ele quer que você usufrua em plenitude da Sua vontade perfeita.

Quem age por sua própria força não prevalece, pois está, na verdade, se afastando do propósito de Deus. Não é pela força que o seu milagre vai vir. Nem mesmo pelo seu muito orar e jejuar, por incrível que pareça.

Eu conheço pessoas que oram há muito tempo para seu cônjuge se converter e nada acontece. Como também já vi outras pessoas que oraram um ano ou dois anos e alcançaram a bênção de ter seu cônjuge junto no ministério. Eu tenho aprendido que o que move as nossas vidas é a misericórdia de Deus. E o que move Deus em nossas vidas é o nosso coração. Por isso, que a sua maneira de lidar com os momentos de crise definem se você irá prevalecer ou não. Não são suas decisões na hora das bênçãos, pois na bonança todo mundo reage de melhor maneira possível.