Zona de Conforto X Zona do Aprendizado

Existem duas zonas onde podemos transitar: a zona do propósito e da plenitude, que é a da aprendizagem; e a zona do conforto, que é a da mediocridade. Apenas 20% das pessoas na face da Terra vivem na zona de aprendizagem e têm disposição para mudar, aprender, crescer, fazer diferença. Quando escolhemos o propósito, escolhemos o desenvolvimento, escolhemos ser discípulo. Discípulo é aquele que está aberto, sedento, desejoso de ser guiado. A zona do aprendizado é a zona do propósito e da excelência – e é nela que devemos viver.

O problema não é o que não sabemos, mas achar que tudo sabemos. Quando eu acho que sei tudo, não me disponho a aprender, não me abro para crescer. Então, a primeira coisa que precisamos fazer é sair da zona de conforto e entrar na zona de desenvolvimento e aprendizagem para fazer parte da elite de pessoas que se dedicam.

Na zona do aprendizado há lugar para sonhos e aspirações. As pessoas que vivem nessa zona não desistem, mas continuam sonhando e lutando mesmo que as coisas não estejam dando certo. Todavia chegará uma hora em que Deus nos surpreenderá e realizará nossos sonhos e objetivos, tornando-os realidade. Se somos líderes, precisamos ser líderes excelentes. Isso significa preparar o ambiente, cuidar do conteúdo e não fazer as coisas só para agradar aos outros. As pessoas não recebem só o que falamos, mas também o que somos e sentimos. Se vamos gastar energia para fazer uma célula, por exemplo, então devemos fazê-lo com zelo. Pois quando um ambiente tem propósito, foco e excelência, as pessoas recebem dessa unção e também começam a buscar e praticar essas coisas. 

Como você reage as pressões do dia a dia?

A diferença entre uma oportunidade e um obstáculo é a sua atitude. A sua fé precisa ser maior que o seu medo. Muitos casos de Nocebo, segundo o Dr. Lipton, mostram que nossos médicos, pais e professores podem diminuir ou mesmo eliminar nossas esperanças, nos programando para acreditar que não temos capacidade ou força para reagir. Nossas crenças e atitudes positivas e negativas tem impacto não apenas sobre nossa saúde, mas também sobre os demais aspectos da nossa vida. As crenças que impulsionam nossas atitudes agem como filtros de uma câmera e nosso corpo e alma se adaptam a elas. Não podemos modificar nossos códigos de programação genética, mas podemos modificar nossa maneira de pensar.

Há três tipos de reações debaixo de pressões:

a) Parar e desistir;

b) Sentir-se pressionado e então chorar e lamentar, mas prosseguir e adquirir uma grande lição dessa experiência;

c) Não desistir, perseverar até o fim.

Podemos escolher aquilo que queremos ser e viver em nosso futuro. Então, o que você vai escolher? Sua atitude e propósito hoje definem o seu amanhã. Portanto, escolha entre a excelência e a mediocridade.