Alimente os seus sonhos

Tem uma pergunta que o deveria sempre fazer a si mesmo: O que tem alimentado seus sonhos – os limites ou a fé? A resposta é óbvia. Para serem felizes e realizadas as pessoas precisam colocar mais fé do que limites em seus sonhos.

Limites ou crenças limitantes são pensamentos, interpretações que alguém toma como verdade, mas que são falsas ou pelo menos não são verdades absolutas. Esses limites (crenças limitantes) impedem a pessoa de viver da melhor maneira possível.

Pare de alimentar os seus limites e alimente a sua fé, abrindo assim novas possibilidades e expandindo os horizontes. Não há barreira intransponível para alguém que está cheio de fé.

 

Administrar nossas emoções depende de disciplina interior

Quando não conseguimos administrar nossas emoções elas saem de qualquer maneira, em forma de palavras ou de atitudes que podem destruir nossos relacionamentos. Esse é um desafio e um aprendizado. Começamos a falar da necessidade de conhecermos a verdade em nossas vidas. Do processo de libertação que Deus quer trazer para nós e como tudo começa com a verdade. Curamo-nos quando nos confrontamos com a verdade. A palavra de Deus entra em nossos corações quando deixamos que ela separe aquilo que é do homem daquilo que é de Deus. Infelizmente, algumas pessoas se voltam em demasia para Deus, concentrando-se n’Ele e esquecendo-se ou desconectando-se do restante de suas vidas. Esse não é o propósito de Deus. O propósito de Deus é que possamos encontrá-lo e que Jesus se torne nossa âncora, para mostrar que é possível viver nesse mundo de maneira plena.

Jesus veio para nos dar vida e nos dar condições de viver, mesmo sendo pecadores. Ele nos deu condições de nos reconciliar com Deus para vivermos uma vida plena. Jesus nos libertou para verdadeiramente sermos livres através da verdade das nossas vidas. Só podemos ser livres se tivermos disposição de enfrentar a realidade e a verdade, e isso tem a ver com o que nos feriu, nos magoou, nos tornou pessoas que não queríamos ser: pessoas que não se importam com os outros, que não conseguem amar os outros e que vivem extremamente desconfiadas.

Administrar nossas emoções depende de disciplina interior. O grande caos do nosso mundo ocidental está no excesso de liberdade. A liberdade é maravilhosa, mas também é perigosa, pois liberdade sem responsabilidade se torna um grande problema.

Hoje o homem perdeu seu eixo porque ele está sem limites – ele já não sabe o que é certo ou errado. E a grandeza do evangelho é que ele nos dá um eixo; temos um código de ética, sabemos em que nos espelhar, temos alguém para nos inspirar e para nos desafiar a ser como Ele.

Não é uma tarefa fácil, ao contrário, é uma tarefa difícil, mas não é impossível. É um caminho a ser percorrido: mudar a verdade e a realidade de nossas vidas. Precisamos aprender a lidar com as coisas do passado. Quando não vencemos as coisas do passado, ele se atualiza, todos os dias. Aquilo que não vencemos será atualizado para nossa vida hoje. Os relacionamentos que pensamos ter destruído se refletem apenas em trocas ou ajustes de posições e de comandos. Aprender a gerenciar nossas emoções exige disciplina, limite e responsabilidade na liberdade.