É fundamental que os pais invistam na qualidade do legado deixado aos filhos

Deus compara a paternidade à confecção de flechas. Antigamente, havia técnicas especiais para prepará-las. O processo era manual: lixava-se a madeira até alcançar o equilíbrio perfeito e afiava-se a ponta da lança para que ficassem bem feitas e aptas a acertar o alvo. Precisava-se gastar tempo para prepará-las.

Da mesma forma, os pais devem investir tempo de qualidade na preparação dos filhos para a vida, tornando-os equilibrados e encorajados a acertarem seus alvos. Contudo, muitos pais pensam que se forem exigentes poderão prejudicar a saúde emocional dos filhos. Entretanto, pesquisas indicam que filhos de pais exigentes alcançam muito mais sucesso do que os filhos daqueles que não o são.

Os pais têm o dever de exigir que seus filhos zelem pelos ensinamentos que lhes foram passados, que se firmem nos estudos e que levem a sério tudo o que fizerem. Os pais não devem temer corrigir seus filhos quando estes estiverem se desviando da conduta que lhes foi orientada porque preparar os filhos é uma das funções dos pais. Porém, o legado emocional, espiritual e natural são heranças que os filhos recebem automaticamente.

Por isso, é fundamental que os pais invistam na qualidade dos legados passados aos filhos e que façam uma reflexão sobre o tipo de pais que estão sendo e sobre qual formação estão lhes deixando como herança. Podemos assumir a responsabilidade e autoridade de abençoamos nossos filhos, pois já fomos abençoadas por nosso PAI!

 

Enfrentando os problemas de frente

meaculpaA Culpa é um sentimento que aflige muitas mulheres, e a única coisa que pode nos libertar do seu poder destrutivo é a paz e o perdão de Cristo. Temos que enfrentar nossos problemas pessoais, encarar que eles existem e que precisam ser tratados. Ao assumi-los e trazê-los à luz, que é Jesus, o Espírito Santo derrama do Seu óleo sobre as “cascas” que os encobrem e produz a cura definitiva. Só no fato de assumirmos com sinceridade que temos feridas já estaremos, em grande parte, curadas.

A cicatriz pode ser feia, mas a ferida sara o corpo por dentro; a sua alma, emoções e espírito ficam livres. Mas, é difícil romper com esses sentimentos, com essas heranças. É preciso um novo modelo, é preciso reescrever a nossa história.

Quando permitimos que o amor e o perdão de Cristo nos inundem, Ele começa a reescrever a nossa história; recebemos o Seu poder para perdoar e amar a nós mesmas e àqueles que nos feriram.

A palavra de Deus nos capacita a criar um novo modelo, nos dá sensibilidade para nos enxergarmos como pessoas idealizadas por Deus para um propósito, e criarmos dentro de nós um ambiente de liberdade e aceitação, onde poderemos nos expressar como realmente somos e nos sentirmos valorizadas por existir e pelo lugar que ocupamos neste mundo!