Desperte a mulher virtuosa que existe em você!

A maior virtude de uma mulher é a sua força interior. Ainda não estamos descobrindo quem somos, mas sabemos que não exercemos nem cinquenta por cento da potencialidade que Deus nos deu, por isso, precisamos achar essa mulher virtuosa dentro de nós.

A mulher virtuosa é cheia de força e poder interior, é capaz de vencer barreiras e conquistar reinos e mudar toda uma sociedade. “Mulher virtuosa” é a mesma expressão usada por Jesus em Lucas 8:46 quando curou a mulher que sofria hemorragia. Ela tocou em suas vestes, sem querer ser vista por Ele, mas ele percebeu que dele saíra virtude.

Então, aonde está a verdadeira mulher virtuosa que habita em você?

Muitas vezes tivemos em nossa infância um espelho que deformou nossa imagem. Pode ter sido uma mãe frágil e depressiva que nos passou uma ideia errada do que é ser uma mulher virtuosa.

Mas quem achará essa mulher virtuosa? Bem-aventurada seremos se a descobrimos, pois é o nosso grande desafio: descobrir nosso real valor, e nos encontrarmos como pessoas amada do Pai. Devemos ser como aquela mulher que mesmo depois de doze anos enferma, ao ouvir falar sobre Jesus foi buscar cura. Dele saiu virtude para curá-la e enchê-la de graça e força.

De glória em glória, de luta em luta, a mulher virtuosa que já existe em nós vai aparecer mais e mais e crescer mais e mais, deixando para trás a amargura e a depressão do passado e a ansiedade exagerada sobre o futuro. Vamos viver cada dia do presente confessando que somos mulheres valiosas e valorosas, indestrutíveis e invencíveis em Deus.

 

Use sua força interior para vencer a rejeição

materia_rejeiçãoAceitação é quando nos libertamos da rejeição. Deus não nos criou para sermos rejeitados e por isso temos tanta dificuldade para lidar com esse sentimento. Nada prende mais uma pessoa a outra, de forma doentia, do que a rejeição. Ele nos criou para sermos amados e compreendidos e, quando isso não acontece, passamos a mascarar nossos sentimentos e a esconder as nossas ações erradas por medo de sermos rejeitados.

Quando Deus não responde às nossas orações temos a tendência de achar que Ele se esqueceu de nós, está nos rejeitando ou, ainda, que não fizemos como Ele queria que fizéssemos.

A atitude que normalmente advém da rejeição é a indiferença. Tratamos os outros com indiferença como uma forma de defesa para não sermos rejeitados novamente. Geralmente misturamos sentimentos de abandono e amargura em relação a quem está nos rejeitando.

Precisamos aprender, quando nos sentirmos rejeitados por Deus ou pelas pessoas, a transformar essa dificuldade numa oportunidade para nos conhecer melhor. Os momentos de dificuldade nos fazem crescer e nos aproximam de Deus. Se Deus se cala para nós, não é porque Ele nos abandonou, mas porque está nos treinando a sair do problema com nossa força interior.

Não precisamos temer, Deus não vai nos rejeitar. Não estamos sozinhos, e não precisamos nos esconder por medo de nos ferirmos novamente!