Desafie-se a enxergar além do espelho!

f_img_resize (3)Conhecer a si mesma e conviver em harmonia consigo é um grande desafio para a mulher nos dias atuais, que vive cercada de ensinamentos e estereótipos sobre o corpo, a sua posição, os bens materiais, entre tantas outras coisas. Pensando nisso, a Bispa Lúcia Rodovalho preparou para você o livro Espelho, Espelho meu, que mulher sou eu?

Na obra, você poderá aprender que há uma essência divina e eterna em você, que forma sua identidade e que sustenta sua vida, seus relacionamentos e promove sua felicidade. Além de desafiá-la a se contemplar no espelho e não enxergar apenas uma imagem refletida.

“Aceitar nossa aparência e limites muitas vezes nos causa sofrimento. Sempre estamos tão preocupadas com nossos relacionamentos interpessoais, marido, filhos, irmãos e amigos, que nos esquecemos de que esses relacionamentos só serão prazerosos e ricos à medida que nos conhecemos mais profundamente”, destaca a autora.

Quer saber mais? Adquira já o livro por apenas 27,90, acesse sarabrasil.com.br ou vá até a loja mais próxima.

Bispa Lúcia Rodovalho ministra sobre “Espelho, Espelho meu. Que Mulher sou eu”, no Congresso de Mulheres Vencedoras, em Brasília

CMV-Bpa-Lucia-30Bispa Lúcia Rodovalho ministrou neste sábado (14), no Congresso de Mulheres Vencedoras, no Campus Arena, em Brasília. Com o tema Espelho, Espelho Meu. Que mulher sou eu? O evento reuniu mais de 6 mil mulheres para louvar, adorar e bendizer a Deus durante a manhã e o início da tarde.

Em sua pregação Bispa Lucia destacou o poder de Deus na vida das mulheres. “O Senhor nos criou para que pudéssemos refletir como um espelho a Ele, não a aparência, mas o amor e a bondade. O que você tem refletido? Deus quer que você seja um instrumento e leve-O onde você for”, disse.

O maligno cobre o seu rosto para que você não veja quem você é em Deus, mas Ele cuida de você e te criou como a menina dos olhos d’Ele, afirmou. “O Espírito Santo retira o véu que está sobre os seus olhos para que você descubra a mulher que há dentro de você, a virtuosa, forte, maravilhosa, que muda a sua casa, a sua família”.

Bispa Lúcia enfatizou também que não adianta você esperar que te admirem se você mesma não se admirar. “Pergunte-se como você se vê, como tem se vendido. Não se coloque de vítima, isso não te levará a lugar algum. Que você se veja verdadeiramente como é. Você nasceu para refletir a glória de Deus e não o que os outros são. Eu não vou ser apenas uma imagem refletida e projetada, mas uma imagem real da presença de Deus. “, afirmou.

Há muitas influências que contribuem para a autoimagem, como o relacionamento com cada membro da família, com professores e amigos. “Quando não temos discernimento da autoimagem crescemos refletindo não o que Deus nos criou para ser, mas o que o outro é. As pessoas não enxergam o que estão vendo, mas o que você está refletindo e muitas vezes elas refletem em nós os seus medos, projetam em nós os acontecimentos de suas vidas”, completou.

Confira as fotos: