As pessoas mudam por causa do amor

Deus não nos criou para sermos uma ilha isolada, pois, querendo ou não, precisamos dos outros. Quem vive sozinho enlouquece. Vivemos num mundo em que as pessoas estão perdendo totalmente a noção da vida, dos relacionamentos. Se contentam com o virtual e adoecem. Para viver o amor, para sentir o amor, você tem que estar disposto a andar esse caminho, mas isso exige tempo. As pessoas perguntam: “Qual é o segredo do casamento longo?” “Abrir mão de si mesmo”. E, quando se faz isso, o amor cresce, amadurece. Ninguém muda com ódio, xingamentos, cobranças. As pessoas mudam por causa do amor.

Tornamos-nos pessoas melhores por causa do amor de Deus. Quando pensamos em amor, pensamos em Deus dando Seu único filho. Deus não cria nada para ganhar alguma coisa, mas sempre cria algo com o fim de doar, porque Ele quer compartilhar de Si mesmo. Quando Deus lhe abençoa é porque Ele está compartilhando da bondade Dele com você. Mas, se você viver baseado na ambição, se você não é uma pessoa agradecida a Deus, então não viverá no amor. Entretanto, quando vive baseado na doação, no dar de si mesmo aos outros, então viverá no amor.

Deus parou e se preocupou com você, olhou para você, se doou a você. Você não é perfeito e talvez não esteja plenamente feliz, mas, se está disposto a começar a viver tudo o que aprendeu até aqui, é porque já decidiu entrar e trilhar nesse caminho, no caminho do amor, da esperança e da fé.

Que tipo de pessoa você é? Quem você tem sido?

generosidadeGenerosidade é a disposição de ajudar as pessoas, mesmo que não as conheçamos. A alma generosa traz dentro de si um sentimento de ajuda ao próximo, pois a semente da generosidade está dentro de nós.

Muitas vezes vemos os sofrimentos alheios, nos emocionamos ou nos compadecemos, mas nada fazemos, somos apenas meros espectadores. Que tipo de pessoa, cristão, líder, esposa, esposo, mãe, pai, filha, filho você tem sido?

Hoje, na sociedade, vemos três tipos de pessoas:

a) Consumidores – são pessoas que recebem, mas nunca doam. Amam receber presentes, mas nunca semeiam. Preocupam-se somente com o que podem tirar dos outros.

b) Negociadores – são os que recebem primeiro, para depois darem. Só pensam na troca, sempre negociam. Nunca dão o primeiro passo, pois são inseguros. Têm medo de serem generosos e consequentemente abusados.

c) Investidores – são os que se doam, independente de receber. Não geram expectativas. Entendem que as pessoas têm um grande valor. Sabem que, ao ajudar o próximo, estão investindo em sementes eternas. Creem que ajudar os outros é uma missão divina.

Generosidade é atitude em ação, algo para ser vivido no dia-a-dia. Você já perguntou para alguém hoje, “o que posso fazer para lhe ajudar?”. Faça o bem para que seja feliz! A alma generosa é feliz!