Olhe sempre na direção correta

Zaqueu estava na hora certa e no lugar certo a fim de olhar na direção correta. Podemos interpretar o seu desejo de ver Jesus como um desejo profundo do seu coração de mudar de vida. Zaqueu era um homem rico e ocupava um alto cargo político. Ele tinha uma família, casa e muitos bens, mas sua vida não era plena. As pessoas o taxavam de “pecador”. Mas, ao contrário do que falavam a seu respeito, ele tinha a visão mais nobre que um ser humano pode ter: ser transformado pelo amor incondicional de Jesus.

Em que direção os seus olhos têm olhado? A direção correta para a sua vida sempre será aquela que coincide com a vontade de Deus para você, que “é boa, perfeita e agradável” (Rm 12:2). Se você está “olhando” alguém para namorar que vai tirar o seu foco do ministério, então está olhando para a direção errada. Se você quer ser grande profissionalmente, mas não procura se atualizar intelectualmente, também está olhando para a direção errada.

Boa parte das pessoas que estavam na multidão seguindo Jesus não sabiam exatamente quem Ele era. Elas O viam, mas nada faziam para serem vistas. Zaqueu conseguiu ver além do óbvio. Ele conseguiu ver quem era Jesus e permitiu-se ser visto por Ele. Quando Jesus o avistou em cima da árvore e pediu que ele descesse, Zaqueu o fez prontamente e com alegria, porque naquele momento, quando encontrou Jesus, a sua visão foi ampliada.

Zaqueu não queria mais apenas ver Jesus, ele queria estar com o Senhor, queria levá-Lo para a sua casa, queria que a salvação alcançasse sua vida e sua família. Ele viu além do que as outras pessoas viam e passou a ter em seu coração a visão de Jesus, com quem havia se encontrado.

Quando você tem uma visão dada por deus, precisa levar outras pessoas a partilharem dela. a visão é como um imã: ela atrai, desafia e une as pessoas.

 

A iniciativa faz toda a diferença

Iniciativa é a qualidade daquele que é o primeiro a agir, que está disposto a empreender e ousar. Precisamos ser empreendedores em nossos objetivos e ousados em nossas ações. Iniciativa é a capacidade que todos nós temos de criar, iniciar projetos e conceber novas ideias.

A iniciativa faz toda a diferença. Na passagem de 2 Reis 4:8-17 vemos uma mulher de iniciativa, a sunamita, que estava sempre recebendo gentilmente o profeta Eliseu em sua casa. Em determinado momento, com a concordância de seu marido, ela teve a iniciativa de construir um quarto para o profeta, reconhecendo que ele era um santo homem de Deus.

Pessoas de iniciativa criam oportunidades. Existe uma frase muito utilizada no ambiente de negócios que diz: “Não se trata do que você sabe, mas de quem você conhece”. A sunamita sabia disso e, por conhecer Eliseu, construiu um quarto para ele, preparando com isso o ambiente para o milagre de Deus acontecer em sua vida. Observe que ela não foi até o profeta pedir o milagre, mas, de uma forma inteligente, o trouxe para o seu convívio, fazendo com que ele percebesse a sua realidade familiar – o casal não podia ter filhos.

Pessoas de iniciativa sabem o que querem. A sunamita queria um milagre. Ela tinha uma meta em seu coração e sabia que dependia de Deus para alcançá-la. Quando você traz a santidade do Senhor para sua casa, você está preparando o ambiente para receber milagres. Colocar o profeta no quarto significa andar em santidade mesmo quando ninguém está olhando; é desejar a presença a unção de Deus; é ter o caráter de Cristo, não para mostrar aos outros, mas para usufruir a vida de abundância que Jesus prometeu.

Abrigar o profeta significa também guardar a direção de Deus. Você tem guardado em seu coração a direção dada pelo seu líder ou pastor? Você precisa saber o que quer e santificar sua vida, confiando que Deus o abençoará em suas conquistas.