Não fuja das pessoas e dos desafios, mesmo diante da decepção

Embora nosso relacionamento com Deus seja a base de tudo, precisamos aprender a construir relacionamentos significativos. Pessoas normais se decepcionam com as pessoas; só aqueles que se escondem e não se relacionam é que não se decepcionam. Não podemos fugir das pessoas e dos desafios. Relacionamentos precisam e devem ser construídos; eles não acontecem, simplesmente.

A base para a saúde espiritual está em reconhecer que necessitamos de um relacionamento com Deus para sermos completos, e a base para a saúde emocional está em reconhecer que precisamos uns dos outros para sermos completos. O isolamento torna a pessoa egoísta e foge do propósito que Deus tem para nós.

E, se o emocional e o espiritual não estiverem fortalecidos, as doenças físicas vão surgir, pois não se pode dividir o ser humano que é uma tri-unidade: espírito, alma e corpo. Somos frágeis e imperfeitos. Pessoas nos decepcionarão e rejeitarão, mas não devemos desistir delas. As pessoas não são iguais e a beleza do relacionamento está em o outro ser diferente de nós.

Não vamos perder a esperança na humanidade, mesmo com tantas decepções. As pessoas não são boas ou más – isso depende das atitudes e escolhas que fazemos em cada situação. Como temos o Espírito Santo habitando em nós, tudo fará diferença; seremos pessoas melhores mesmo em meio ao caos que vivemos!

Você sabe como lidar com o ressentimento?

Quando se fala em ressentimento, logo se pensa em decepções com pessoas próximas, mas neste vídeo, Bispa Lúcia Rodovalho propõe a você repensar nas decepções e ressentimentos que você tem gerado sobre Deus. Muitas vezes você culpa a Deus pelo seu insucesso, cria uma mágoa, que se torna uma ferida e depois não sabe como curá-la.

“Talvez você vivenciou uma experiência muito difícil, uma perda, uma situação que você não esperava, que você trabalhou tanto para construir e de repente viu tudo acabado. Quero dizer para você que, normalmente quando a gente pensa que as coisas estão acabadas é ai que Deus começa”, diz Bispa Lúcia.

Quer aprender mais e entender sobre esse assunto cada vez mais comum dentro das igrejas? Assista o vídeo na íntegra: