A força física é algo que nos mantém firmes na obra de Deus

Na semana passada, Bispa Lúcia Rodovalho ministrou na Clínica da Visão, que aconteceu na Sara Nossa Terra da Ceilândia, cidade satélite do Distrito Federal e encerrou o evento com o tema como ser um líder que tenha corpo de ferro, nervos de aço e um coração segundo a vontade de Deus. Utilizou como base para sua pregação a passagem bíblica de Josué 1:5 e afirmou que a força física é algo que nos mantém firmes na obra de Deus.

A preletora também falou da importância de cuidar do corpo não só com fundamento de estética, mas de saúde e espiritualidade. “Tenha um corpo resistente, porque o corpo saudável te dá energia. As vezes o que você come está te dando energia negativa, pode ser que o jejum te deixe com a mente clara e mais forte do que nos momentos em que se alimenta. Você não está só movendo no mundo espiritual, mas desintoxicando seu corpo. Muitas vezes depressões e doenças não são realmente problemas espirituais, mas falta de vitamina, comidas que não geram saúde”.

Tenha consciência de que o ser humano é mutável e imperfeito

O que você deve fazer para romper seus limites? Nunca diga para alguém ou para você mesmo que nunca vai mudar. Quando você afirma isso para alguém, está se colocando no lugar de Deus.

Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e amanhã. Mas o homem não, o homem muda, cresce e evolui todos os dias. Isso é possível e você deve se esforçar para fazer isso da melhor maneira. Por exemplo, independente de sua idade, você pode começar a praticar atividade física, que é uma forma de responsabilizar-se pelo seu corpo e pela sua saúde.

Você foi programado por Deus para mudanças. Assim como nosso corpo é flexível às mudanças, assim como uma pessoa pode ser curada e restaurada, sua alma fragilizada também pode, desde que você aceite viver de outra forma.

A geração atual foge de suas responsabilidades com sua própria saúde, e trata o corpo como se ele fosse imortal. O ser humano está cada dia mais doente, porque não se responsabiliza por cuidar de si mesmo. Nós não evoluímos, estamos ainda como Adão e Eva no jardim, procurando alguém para responsabilizar pelas nossas falhas, para colocar a culpa por sermos ou estarmos assim. Fala uma lista de coisas que você quer mudar. Seja responsável, assuma suas necessidades.