Não deixe o pecado te afastar da divindade

Muitas vezes as pessoas querem fazer o bem, mas não conseguem. Mas então por que Paulo diz que “o pecado está em mim, mas não sou eu?” Porque ele está dizendo que há uma natureza dentro de nós que não quer ouvir a Palavra de Deus.

Esta natureza aceita ir à célula, aos cultos, mas apenas para ver pessoas. Na hora em que é exigido compromisso, em que o caráter será trabalhado, as pessoas somem. E nossa carne não quer ouvir o que precisa.

Paulo declara que todos nós trazemos escrito em nossa mente a moral e a lei de Deus. A Bíblia diz que nós somos feitos à imagem e semelhança de Deus, por isso, o homem e a mulher que não encontram a Deus quebram os princípios morais e se tornam angustiados.

Quem não tem Jesus, está indo contra o Seu Criador, contra algo que é maior do que Deus colocou em nós: o DNA d’Ele.

Mas o que acontece com as pessoas que se desviam do Seu caminho? A essência divina fica adormecida em seu interior por causa do pecado.

E o que acontece quando você foge dos propósitos de Deus? Você começa a viver uma vida aquém do que Deus quer para você: uma vida sem moral, que vai contra as leis de Deus e com isso, o pecado começa a trazer mácula em nossa alma. Quando nós pecamos, estamos dizendo a Deus que preferimos a nossa lei a d’Ele.

Por isso, não se desvirtue dos caminhos do Senhor, porque o salário do pecado é a morte, mas a vida está em Cristo.

Bispa Lúcia Rodovalho ministra no TAL, em Brasília, sobre o modelo de liderança deixado por Paulo

Que tipo de líder você tem se tornado? Com essa indagação, Bispa Lúcia Rodovalho iniciou sua participação no Treinamento Avançado de Líderes (TAL), que acontece nesta quarta-feira (02), em Brasília.

“A liderança não é algo que floresce da noite para o dia, mas é conquistada a cada dia. Se tornar um líder requer uma vida de dedicação, porque ser líder segundo o modelo de Paulo e o modelo bíblico é como se preparar para uma olimpíada. Você passa a vida inteira treinando e a repetição traz a perfeição”, disse.

Em sua ministração, Bispa Lúcia observou ainda que a pessoa só se torna líder por conta de alguém que o desafiou, por conta do seu mentor e não tem exemplo melhor de liderança na igreja do que Paulo. “O que Paulo fala e que começa a despertar a liderança é que ele nos diz que Deus lhe deu um modelo. Jesus trouxe uma pessoa que não conviveu no dia a dia com Ele, para se tornar o nosso exemplo. Por isso, nós não podemos dar desculpas que não podemos fazer isso ou aquilo, porque não vivemos ou vimos Jesus, mas Paulo nos diz para sermos seus imitadores”.

Algumas passagens Bíblicas foram utilizadas como referência, entre elas Filipenses 3:17, Atos 7:58, Atos 9:21, Atos 9:26, 1 Coríntios 12:31 e 1 Coríntios 13. A preletora enfatizou ainda que é preciso que o cristão esteja atento a não seguir uma moda. “Ou você é um imitador ou é um sabotador, aquele é que inimigo da cruz de Criato, não está disposto a seguir Cristo.Todos nós achamos que somos separados para fazer a vontade de Deus, e tudo vai acontecer num passe de mágicas. Não existe mágica para o seu crescimento, mas existem estratégias”.

Observou que Paulo passou anos marginalizado, e quando ele se converteu e entrou no caminho da igreja, ele abandonou o seu nome judeu que era Saulo e adotou o nome de Paulo, um nome latino, diferente, porque esse nome significa pequeno ou menor. “Não foi fácil para Paulo começar o seu ministério, mas graças a Barnabé, ele foi incluído na igreja. Liderança nunca é fácil, mas sempre vai ter alguém que vai acreditar em você. Valoriza essa pessoa que acredita em você. Sem um Barnabé você não cresce”.

Sendo enfática, Bispa Lúcia destacou que todos podem e vão errar, mas é preciso aprender com os erros. “Quem for abrir célula, saiba que um dia você vai ter 10 pessoas, na outra semana 2 ou três, mas não feche a sua célula. A realize da mesma maneira, visualizando o amanhã com os olhos da fé, que não te bloqueia. Deus te preparou e você tem dentro de você toda capacidade para superar os obstáculos, porque você sabe ser cordeiro, mas você é um leão, que não foge e enfrenta. Sede imitadores de Paulo, que é imitador de Jesus e isso significa trazer à sua mente o propósito da sua vida, da sua missão”, disse.

O evento segue até o final da tarde, com participação da Bispa Lúcia Rodovalho e dos bispos Lucas e Priscila Cunha, além da presença do pastor de La Roca, José Mayorquin.

Confira fotos:

Crédito das fotos: Ronaldo Caldas