O desafio do cristão é manter o equilíbrio diante das situações

O nosso grande desafio como líderes diante de Deus é manter o equilíbrio, é conseguir crescer diante dos olhos de Deus e também diante dos olhos dos homens. O que vemos nestes dias são pessoas extremamente espirituais que oram, que jejuam, que têm um bom relacionamento com Deus, mas que são fracos no seu crescimento diante dos homens.

Eu creio que Deus está preparando uma geração semelhante a Jesus, pois esse é o nosso chamado, a nossa missão. Deus quer que você cresça diante dos olhos Dele e também dos homens: que você seja honrado, irrepreensível, santo, separado, cumpridor da vontade do Pai. Mas também que você seja uma pessoa de palavra diante dos homens, alguém que destile graça e unção, que seja o melhor no seu trabalho, que faça tudo da melhor forma possível para que os homens vejam Deus em sua vida.

Temos desafiado nossos discípulos a fazerem cursos superiores, mestrados, doutorados etc, porque Deus quer nos dar autoridade perante os homens. Temos viajado por todo o Brasil e ficado felizes em ver que muitos têm concluído seus cursos em várias áreas. Deus quer e precisa de líderes capacitados, pessoas prontas para batalhas espirituais em todos os níveis e esferas da sociedade. O projeto de Deus em nossas vidas não é para ficarmos parados, mas para crescermos a cada dia.

Por isso, precisamos ser pessoas sábias, de conhecimento e discernimento, que sabem ler as situações da vida. Também precisamos da graça, que é algo além de um simples favor, mas significa “alegria”. Deus quer você fortalecido, sábio e cheio de alegria porque alegria é força.

Crie boas expectativas, isso influencia o ambiente

Para recebermos algo novo, precisamos abrir mão de algo velho, pois a vida é assim.

“Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência”. Deuteronômio 30:19

Todo crescimento exige que façamos escolhas, que saibamos escolher entre o “bom” e o “ótimo” ou entre o “ótimo” e o “excelente”. É saber dizer “não” para aquilo que aparentemente nos fascina, mas que não nos levará a lugar algum.

Por isso, todas as vezes que estiver diante de uma decisão e essa escolha for decisiva para a sua vida, pergunte-se: “mudaria minha decisão se tivesse apenas mais seis meses de vida?”. Isso definirá, com certeza, sua melhor escolha.

Não pense nas possibilidades ruins, foque nas coisas boas. Crie boas expectativas, declare que “só vai melhorar”. Espere pelo melhor, não tenha medo de se decepcionar. Deus irá surpreendê-lo. Faça Deus sorrir com a sua fé. Faça Deus olhar para você e falar: “vai, a tua fé te salvou”.

Entenda que ser otimista, criar boas expectativas é um exercício diário. Talvez no início possa ser difícil para uma pessoa que foi criada em um lar pessimista ou que já tenha sofrido muito na vida, mas não desista de mudar a sua mente. Crie boas expectativas e evite ser alimentado por pessoas pessimistas. É impressionante como existem pessoa que só falam coisas ruins, desastres, doenças.

Então, se nesse novo ano que se inicia você encontrar com uma pessoa assim, em vez de ser influenciado pelo sentimento de temor ou angústia, influencie a pessoa com o seu otimismo, com sua fé, com sua alegria.