Se você não aprende no pouco Deus não te leva à fartura

Quando você prevalece, não tem mais falta. Isso é prosperidade. Rute e Noemi são exemplos de pessoas que acharam a provisão completa no Senhor. Elas voltaram de Moabe para Israel, onde viviam como mendigas, depois de perder a família e todas suas riquezas. A Bíblia narra que elas dependiam dos favores dos outros e comiam do que sobrava durante as colheitas. Rute catava os grãos que ficavam para trás.

Deus interveio na vida delas e trouxe um resgatador para Rute. De moabita, mendiga e viúva, ela se casa com um dos homens mais prósperos daquela região e se torna avó do Rei Davi. Quando você prevalecer, você sai da pobreza, você sai da falta e da mediocridade para a prosperidade. É isso que a igreja e o Evangelho de Cristo faz com você. Quando você vem pra Deus e entende os princípios de Deus, o pouco se torna muito.

Por que você acha que nós nos desafiamos? Eu sei que muitas pessoas ficam incomodadas com os desafios financeiros que fazemos. Já vi muita gente resmungando: “Ah, a Sara Nossa Terra faz muitos desafios financeiros”. Mas, isso não é para nós, não. Nós vivemos até agora dependendo de Deus e vamos continuar assim. Nós não precisamos do seu dinheiro, nós precisamos de Deus, que move e faz as coisas acontecerem. Nós insistimos no princípio da semeadura, para te abençoar! Para que você aprenda que não tem colheita sem semeadura, que você não tem como ser próspero na sua vida, não tem como sair da pobreza se não aprender a semear. Mas não é semear na fartura, é semear na falta. Hoje, eu vejo pessoas com grandes colheitas e vejo que aprenderam a semear na pior época de suas vidas. Se você não aprende no pouco Deus não te leva à fartura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *