Artigos

Ide e fazei discípulos!

A história da conversão de Billy Graham, um dos pastores mais influentes dos Estados Unidos, conselheiro de diversos presidentes americanos, mostra bem a importância de semear a palavra em todo o tempo.

Certo dia um professor de escola bíblica dominical conduziu um vendedor de calçados a Cristo. O nome desse professor nunca teve tanta notoriedade, ele se chamava Kimball. Já o vendedor de calçados, para quem ele pregou, era Dwight Moody, um grande evangelista e exerceu grande influência na vida de um jovem pregador chamado Frederick B. Meyer. Meyer começou a pregar nas faculdades e, durante suas pregações, levou a Cristo J. Wilbur Champman. Chapman passou a trabalhar com a Associação Crista de Moços e organizou a ida de um ex-jogador de beisebol chamado Billy Sunday à Charlotte, na Carolina do Norte, para realizar um reavivamento espiritual. Um grupo de líderes comunitários de Charlotte entusiasmou-se de tal maneira com aquele movimento que planejou outra campanha evangelística, convidando Mordecai Hamm para pregar na cidade. Durante essa campanha um jovem chamado Billy Graham entregou sua vida a Cristo. Billy Graham é considerado o “evangelista do século”, tendo levado centenas de milhares de pessoas a Jesus em todo o mundo.

É pouco provável que o professor de escola dominical em Boston imaginasse qual seria o resultado de sua conversa com o vendedor de calçados e menos ainda que a cadeia de conversões iniciada naquele dia impactaria várias gerações.

O certo é que não temos a dimensão exata do poder de nossas palavras e ações. Por isso, é preciso se manter sempre firme no seu propósito. Evangelize, consolide, envie pessoas para o Revisão de Vidas e incentive-as a frequentar a Escola de Vencedores; Você nunca saberá se aquela pessoa se firmará e dará frutos, mas o seu papel é lançar a semente.

Kimball também não sabia se aquele vendedor de sapatos daria frutos e muito menos que aqueles frutos seriam tão expressivos ao ponto de tocar toda a nação, e até mesmo, o mundo.

A ordenança do Senhor foi: “ide, fazei discípulos de todas as nações […]” (Mateus 28:19). A forma de fazer isso é como foi ensinado pelo apóstolo Paulo, em sua carta ao discípulo Timóteo: “Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo […]” (2 Timóteo 4:2). Ide” Indo e fazendo discípulos. Fale de Jesus em tempo e fora de tempo. Lance as sementes da Palavra, que no bom tempo, elas prosperarão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *