Ameaças ou oportunidades?

Oportunidade é a importância que damos ao que Deus coloca em nossas vidas. Muitas vezes, nossa visão distorcida faz com que não enxerguemos ou reconheçamos as oportunidades que Deus coloca em nossas mãos.

Às vezes elas vêm disfarçadas de problemas ou ameaças, pois viver é estar diante do paradigma “ameaças x oportunidades”. Toda mudança traz a ameaça do novo, do medo, do desconhecido, do ridículo, do falível. Mas traz também a experiência, a inovação, a originalidade, a mudança, a melhora, o sucesso, a glória. O que faz a diferença é a escolha que fazemos entre a ameaça e a oportunidade e, para isso, devemos vencer algumas ameaças como o medo, a ansiedade e a falta de atitude. O medo é vencido pela coragem, a ansiedade é vencida pela Paz de Deus em nosso coração e a falta de atitude é vencida pelo senso de realização.

Ainda que você tenha perdido algumas oportunidades em sua vida, nosso Deus é um Deus de milagres, de restituição, de conquistas, e pode mudar a sua história, abrir seus olhos e lhe capacitar a enxergar novas oportunidades e, por meio delas, lhe fazer vencedor e transformar ambientes, pessoas e nação.

Temos potencial, talentos e oportunidades que podem nos levar ao sucesso, mesmo que no caminho encontremos dificuldades e ameaças. Quando estamos com nossas vidas nas mãos de Deus, sempre haverá muitas oportunidades para compensar as ameaças e fracassos!

Não siga seu coracão, ele não pode mandar em você

O processo de crescimento não para, ele é contínuo. Assim como é o ciclo da vida biológica e a vida espiritual, parar significa começar a morrer. Por isso, a cada dia nós precisamos nos fortalecer e nos tornar pessoas mais sábias.

Hoje há uma tendência na nossa sociedade, algo que tem sido difundido e pregado pela cultura e pela mídia, e que tem se tornado quase uma declaração de fé, que é o conceito do siga seu coração. Com certeza você já viu um filme, música ou livro pregando que as pessoas devem fazer aquilo que o seu coração. Entretanto, isso é um equívoco, pois o que chamamos de coração, que na verdade é a mente ou intelecto, tem tendências neuróticas e psicóticas. Ele é enganoso, como adverte, a Bíblia.

O mundo está cada dia mais confuso porque as pessoas estão vivendo segundo seu coração. Eu tenho por obrigação, quebrar esse conceito. Pois ele é mais uma mentira absurda que a sociedade atual tenta nos vender. Deus não criou seus corações para que eles possam dominar e definir sua vida e seu futuro. Nossos corações não foram projetados para serem seguidos. Pelo contrário, o coração precisa ser conduzido.

Seu coração não pode mandar em você, e nem determinar o seu modo de viver. O seu estilo de vida e o seu futuro precisam estar alicerçados nas verdades de Deus.

Eu tenho percebido ao logo do meu ministério que, quanto mais as pessoas seguem o seu coração, mais elas caem em situações terríveis. Ao longo dos meus 43 anos de caminhada com Deus e 41 de ministério, tenho visto tantas pessoas abandonarem o seu chamado, sua família, deixarem a presença de Deus, por que estão seguindo seu coração. E isso me entristece.

Você não foi criado por Deus para ser dominado por sua inteligência ou vontade. Com o seu intelecto você faz escolhas, mas elas precisam ser pautadas por princípios. O seu coração não está aí para dominar você. Deus te deu autoridade para você conduzir o seu coração, a forma de fazer isso é tendo mais intimidade com Deus e clamando ao Espírito Santo que calibre o seu coração.