Você costuma dar ouvidos às palavras tóxicas?

Palavras tóxicas são aquelas que despertam sentimentos ruins ou criam um ambiente negativo, ou ainda que são gatilhos para discussões acaloradas, que causarão arrependimento posteriormente.

Como qualquer outro tipo de toxina, você precisa limitar sua exposição a essas palavras ou preferencialmente substituí-las em seu vocabulário.

Palavras tóxicas são facilmente identificadas, pois geralmente expressam arrogância, vitimização, controle excessivo do outro. Estão carregadas de inveja, mentira, ganância, ou julgamento. São proferidas como fofoca ou palavras negativas. Geralmente, são usadas por pessoa sem caráter.

A realidade sobre a crítica é que quem critica, na verdade, não quer construir nada, apenas se mostrar superior. Quem quer ver o crescimento do outro prefere ensinar ou mesmo questionar determinada atitude. Por isso, cuidado com crítica à aparência ou à inteligência de cônjuges ou filhos, você pode estar semeando distorções em seu relacionamento, em vez de estar construindo a felicidade familiar. Coloque palavras doces na sua boca e abençoe quem está à sua volta.

Ter caráter ou conforto? O que você prefere?

Como bispa, eu tenho a responsabilidade de treinar muitos líderes. Às vezes alguns chegam e falam: “Ah, vai mais devagar, não pega muito firme”. Mas eu não tenho pena deles, sabe por que? Porque eu sei quem eles são. Eu sei do potencial deles e sei até onde posso exigir para que cresçam ainda mais.

E Deus faz assim com a gente. Às vezes você fala: “Ah Deus, pega mais leve, está muito difícil”. Mas Ele sabe até onde você pode aguentar. A Bíblia diz que Deus não nos dá nada que não possamos suportar, então Ele faz o que for necessário para te fazer crescer e te tornar uma pessoa melhor, porque Deus está interessado em seu caráter, naquilo que você pode se tornar. Por isso quero ressaltar mais uma vez o que eu disse no capítulo passado: Você precisa cuidar, vigiar seus pensamentos, os pensamentos que você tem a seu respeito, a respeito do seu futuro, porque esses pensamentos geram em você ações, essas ações geram hábitos e seus hábitos moldam seu caráter.

O que moldou o caráter de Davi foram os hábitos corretos. Ele olhou para Saul e disse: “Eu posso, sim, destruir aquele gigante, porque quando eu cuidava das ovelhas do meu pai veio um urso e eu matei, depois veio um leão e eu também o matei.”

Na sua vida também é assim: as experiências passadas são para te fortalecer, te treinar e te fazer uma pessoa melhor. E assim como Davi, primeiro você precisa matar o urso, primeiro você mata aquilo que te abraça, que não quer te deixar ir para frente, primeiro você mata sua carne, vence essas coisas que estão dentro de você querendo te segurar e começa a ter hábitos saudáveis porque os hábitos saudáveis vão moldar seu caráter de vencedor.